+55 (65) 3025-5550

Os modelos de compressores de ar-condicionado

O compressor pode ser considerado o “coração” do sistema de ar-condicionado, ele tem como finalidade comprimir o gás refrigerante do sistema que foi succionado na forma gasosa de baixa pressão, liberando-o na forma gasosa de alta pressão.

A elevação da pressão é fundamental para o processo de refrigeração, normalmente o compressor é impulsionado através de uma polia tracionada por uma correia ligada ao motor do veículo ou por um acoplamento.

Nos veículos elétricos ele é acoplado a um motor elétrico numa peça só, muito parecido com os da linha comercial e residencial e também tem máquinas de construção civil em que ele é impulsionado por um motor hidráulico acoplado.

Estes compressores podem ser:

Tipo alternativo:  Pistão.

Tipo rotativo: Tipo Scroll (espiral) ou tipo palheta

Compressor alternativo

A denominação “alternativo” é referente ao ciclo do pistão contido nos compressores.

O compressor do tipo alternativo é composto de um eixo com um prato fixado com uma certa inclinação.

Os pistões são conectados a este prato e quando o eixo é acionado, coloca os pistões em movimento de vai e vem dentro dos cilindros e sua capacidade de bombeamento pode ser por deslocamento FIXO ou VARIÁVEL.

Deslocamento Fixo: Quando acionado, o compressor trabalha na máxima capacidade de deslocamento volumétrico, pois o prato no qual são fixados os pistões tem uma inclinação fixa e com a diminuição da carga térmica, haverá o congelamento do evaporador.

Para que isto não aconteça, o compressor é gerenciado por um termostato ou por um pressostato, podendo ainda ser com um sensor de temperatura através de um módulo ligando ou desligando a embreagem do compressor para que não congele o evaporador. (Fig.1)